Bitwage permitirá que brasileiros tenham conta bancária nos EUA e na Europa

A Bitwage, empresa focada em permitir que trabalhadores de todo o mundo recebam seus salários em Bitcoin, anunciou que qualquer usuário da plataforma poderá ter uma espécie de “conta bancária” no exterior e que, entre outros, facilitará recebimentos internacionais.

A empresa já opera internacionalmente facilitando recebimentos por freelancers e trabalhadores em todo o mundo. Atualmente, a empresa fornece uma conta bancária (Euro ou Dólar) que é enviada ao empregador/cliente e, após o pagamento ser feito e confirmado nesta conta, a Bitwage converte a moeda fiduciária em Bitcoin, para então, via um paceiro local (no caso do Brasil é a exchange Bitcambio), converter novamente o Bitcoin em moeda fiduciária e depositar na conta bancária do usuário.

No entanto, esta solução enfrentava dificuldades em algumas plataformas/empregadores que exigiam que a conta para depósito do salário fosse em nome do empregado. Agora, com a nova solução, isso não é mais um problema pois os usuários recebem uma “conta” em seu nome.

“As contas vão dar mais facilidade aos usuários, para receber em sites que não aceitam a conta se não estiver no nome do usuário, assim como para a velocidade e escalabilidade da nossa operação, que já é a mais rápida do mercado, uma vez que faz direto de um depósito doméstico”, diz Fabiano Dias, gerente de negócios da Bitwage.

Já o CEO da Bitwage Jonathan Chester disse que a tecnologia e as parcerias bancárias que a empresa realizou permitem não apenas ampliar os serviços da empresa, mas democratizar o mercado de trabalho e facilitar os pagamentos para estes serviços.

“A Bitwage está focada em ser o portal global entre os ecossistemas dos criptoativos e fiduciários no contexto das relações trabalhador / empresa. Estamos empolgados em continuar inovando e introduzindo o bitcoin na cotidiano das pessoas”, destacou.

Enquanto a plataforma para geração de contas estiver em versão beta, os usuários podem entrar em contato com a Bitwage no canal Slack ou enviando um e-mail diretamente para a empresa. Uma vez totalmente lançado, os usuários poderão criar contas através de um portal e receber notificações automáticas de depósito via SMS e e-mail.

A Bitwage atua desde 2014 e atualmente paga em torno de US$2 milhões por mês em Bitcoin.

Publicado em Criptofacil - Cassio Gusson -

15 de fevereiro de 2019